Cidades Mobilidade

Pedestre ganha programa da Prefeitura para diminuir mortes no trânsito

 

Personagem mais frágil nessa relação, o pedestre é sem dúvida, a maior vítima no trânsito. Hoje, responde por 50% dos acidentes fatais. Na grande maioria eles ocorrem na hora de atravessar a rua.

Para diminuir essa estatística a Prefeitura de São Paulo vai implantar um programa de proteção ao pedestre que tem por objetivo respeitar, resgatar os valores de proteção e ampliar a segurança para reduzir os índices de acidente por atropelamentos.

Com relação aos veículos envolvidos nos atropelamentos, a prefeitura diz que 51% são automóveis; 30,3% são motocicletas; 10,4% são ônibus; 2,4% são caminhões; O,4% são bicicletas; e 5,5% não têm informações.

O programa que tem um caráter mais educacional, conterá orientações gerais para condutores e pedestres, código de trânsito brasileiro, treinamento para motoristas inclusive, condutores do transporte público. De forma prática o programa deve criar uma relação mais consciência entre o pedestres e os diversos modais.

Do ponto de vista estrutural o programa terá manutenção e implantação de novas faixas de travessia; Implantação de 470 placas educativas com a mensagem, iluminação das faixas e até remoção de bancas de jornal e ambulantes; além de outras ações apresentadas pela prefeitura.

O projeto será iniciado no centro expandido de SP até a região da Paulista, onde estão 300 cruzamentos semaforizados, sendo que 224 deles possuem estágio ou tempo exclusivo para travessia de pedestres.

Fiscalização

No início da implantação do Programa os agentes de trânsito irão orientar condutores e pedestres a respeito das regras de convivência. Após esta fase inicial, cuja duração se definirá no decorrer do Programa, será iniciada a fiscalização de trânsito também.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *