Noticias

Meirelles não descarta aumento de impostos para cumprir meta fiscal

Ministro participou de evento no hotel Intercontinental São Paulo. Foto: Alan Viana

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, não descarta aumentar impostos para alcançar a meta fiscal esse ano e compensar a queda na arrecadação. A declaração foi dada ontem logo após participar de um encontro promovido pelo Citibank, no InterContinental São Paulo.

“Se for necessário, vamos aumentar impostos. O importante é assegurar que a meta seja cumprida”, enfatizou.

Durante a coletiva, Meirelles aproveitou para destacar números positivos, que segundo ele, sinalizam uma recuperação econômica no próximo semestre. Há expectativa também de recursos dos precatórios que dependem de aprovação do projeto de lei e leilões das hidrelétricas como acréscimo para a economia.

“Tudo isso são itens para compor a receita neste ano. Além do mais, tem projetos não aprovados ainda no Congresso, como o Programa de Regularização Tributária (Refis) que poderá gerar um aumento na arrecadação ainda neste ano de 2017”.

Questionado se o ano está perdido para a aprovação das reformas, o ministro disse que desde agosto do ano passado tem defendido as mudanças, que deveriam ter sido feitas há anos. E alertou que não há como esperar mais dez anos para mexer na Previdência.

PIB

Soma das riquezas do País, o PIB (Produto Interno Bruto) crescerá menos que a economia (2%). Em torno de 0,5%, segundo o ministro.

TEMER

A permanência de Temer na presidência foi outro tema levantado no encontro. Aos jornalistas, Meirelles esquivou-se e disse que não é especialista político e que está focado no crescimento da economia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *