Diversão Uncategorized

Exposição sobre o Castelo Rá-Tim-Bum começa hoje

Noooosssssaaaa, quem já ouviu essa frase na infância vai se entregar ao saudosismo de quando assistia Castelo Rá-Tim-Bum. Por pouco tempo. Porque começa hoje no Memorial da América Latina a exposição formada por um castelo i-dên-ti-co ao da série! Os ingressos custam R$ 20,00 e R$ 10,00 a meia entrada e podem ser comprados na bilheteria do Memorial ou pelo site www.ratimbumocastelo.com.br.

A frase do início desta matéria era o bordão da Celeste, uma cobra cor-de-rosa que habitava a árvore do castelo. E quem não lembra da entrada do Castelo? Pois é, ao chegar na exposição você já se depara com a grande porta, a torre com 15 metros de altura, a bandeira tremulando, as janelas, as colunas e o catavento. Visualizou tudo, né?

A mostra ficará aberta ao público por três meses, das 9h às 20h, de terça a sexta-feira, e das 9h às 22h aos sábados, domingos e feriados. A idealização é do Memorial da América Latina em parceria com a TV Cultura e a Caselúdico. No total são 700 metros quadrados do interior, em 22 ambientes.

Para quem não assistiu um episódio sequer, aqui embaixo vai uma amostra da abertura.

O diretor do Memorial da América Latina, Felipe Pinheiro, afirmou que a ideia foi dar nova oportunidade para as pessoas que gostaram de ver o Castelo no Museu da Imagem e do Som (MIS), em 2014 e 2015, e para as que perderam aquela exposição. Na época, a procura foi tamanha que o MIS estendeu a mostra. “Agora, nós queríamos fazer algo que não tinha na exposição anterior e a parte mágica era reproduzir o castelo na forma e tamanho real. Isso nunca foi feito. O foco é o castelo por fora e as inovações no lado de dentro. Temos objetos, roupas, fotografias e interação. Todos os espaços têm pelo menos três interações”.

O presidente da Fundação Padre Anchieta, Marcos Mendonça, ressaltou que a primeira experiência, no MIS, teve grande êxito e possibilitou pensar em uma exposição melhor e mais detalhada, com novas atrações, surpresas, em um espaço maior e com a possibilidade de vivenciar o castelo como as pessoas viam na tela. “É muito legal poder viver este momento. Todos que imaginavam poderão agora realizar o feito de entrar no castelo. Em cada espaço você tem uma surpresa agradável e alegre. Todos que entram saem encantados”.

O presidente do Memorial da América Latina, Irineu Ferraz, destacou que um dos motivos para montar a exposição no local é a comemoração de 30 anos do espaço. “Pensamos que o Memorial é um espaço lúdico de cultura, não só erudita e clássica, então por que não trazer a cultura popular? O resultado está fantástico. Ontem, tivemos a abertura para funcionários, seus filhos e artistas e foi emocionante ver as pessoas de 30 anos agindo como crianças e chorando, além dos filhos impressionados.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *