Cidades

Berço da arte urbana da cidade está de cara nova

A Prefeitura de São Paulo reuniu sete artistas para revitalizar as colunas do Metrô na região entre Santana e Carandiru. No Local está o Museu Aberto de Arte Urbana (MAAU-SP). Eles estão trabalhando no canteiro central da Avenida Cruzeiro do Sul, entre as estações Portuguesa-Tietê e Santana, da Linha 1-Azul do metrô, na Zona Norte da capital.

A ação faz parte do projeto MAAU e pretende criar e revitalizar diversos espaços na cidade. O museu é considerado um dos primeiros a céu aberto do mundo e está localizado na região da zona norte. Desde 2011 abriga obras de artistas urbanos, fato que rendeu o título de berço do grafite paulistano e desde 2014 estava sem manutenção.

Segundo a comunicação da Prefeitura, as cinco primeiras colunas em frente ao metrô Tietê estão recebendo painéis grafitados por artistas de renome como Binho Ribeiro, Chivitz, Waleska Nomura, Zeley, Clara Leff, Sapiens e Bts. Os artistas não foram brifados com tema. É realmente uma exposição autoral de acordo com o artista Binho Ribeiro.

As grades do local foram retiradas, facilitando o acesso dos artistas e do público. Dois trechos da ciclovia da Avenida Cruzeiro do Sul também receberam reforço de iluminação, oferecendo mais segurança para a população e visibilidade aos grafites.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *