Seus Filhos

Apneia infantil causa baixo rendimento escolar

A gripe, o resfriado e episódios de febres são velhos conhecidos dos pais. Mas o baixo rendimento escolar das crianças pode estar ligado a um problema que passa despercebido por muitos responsáveis: a apneia infantil. Caracterizada por pausas respiratórias ao longo da noite, a síndrome da apneia-hipopneia provoca provoca também menos oxigenação no sangue, desencadeia alterações metabólicas e déficit de crescimento.

Nas crianças, a apneia também está relacionada ao surgimento de distúrbios comportamentais e disfunções neurocognitivas. Algumas pesquisas ainda indicam que há uma relação entre a síndrome e o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

A principal causa da síndrome é o crescimento excessivo das amigdalas e adenoides, que pode ser corrigido cirurgicamente, com alta taxa de sucesso. Excesso de peso, má-formações craniofaciais e doenças neuromusculares também têm relação com o surgimento da doença.

Problema que precisa ser observado com atenção pelos pais. É o que recomenda o otorrinolaringologista Fernando Oto Balieiro, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos. São indícios da síndrome o sono agitado, roncos e irritabilidade durante o dia.

“Diferente dos adultos, que sentem sonolência diurna, a apneia na criança pode ser percebida a partir de mudanças no comportamento e da queda no rendimento escolar.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *