Meu Pet

Animais de estimação auxiliam crianças com câncer

Em meio a um ambiente triste como as salas de tratamento de câncer e ambulatório, cães. Isso mesmo. O melhor amigo do homem agora integra uma equipe formada por médicos e equipe multidisciplinar com objetivo de trazer mais alegrias para as crianças. A técnica é conhecida como Pet Terapia ou Terapia Assistida por Animais e consiste em levar animais dóceis adaptados e treinados até onde o paciente faz o tratamento.

O resultado final do tratamento, de acordo com o oncologista pediátrico e membro da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE), Jairo Cartum, reflete positivamente no processo.

“A criança fica mais relaxada e se sente mais próxima da realidade do mundo infantil. Isso faz com que ela esqueça que está em um ambiente hospitalar e passa a se concentrar apenas no momento de diversão com o cachorro, contribuindo com a terapêutica instituída pela equipe médica e de enfermagem”, explica.

Cartum complementa que as crianças perguntam quando animal estará no hospital ou ambulatório para irem na mesma data.

”A humanização é complementar à terapia psicológica. Palhaços, passeios externos, contadores de histórias, o próprio pet e comemoração de datas festivas ajudam na resposta ao tratamento. Essas formas lúdicas geram uma reação em cadeia positiva, pois se o paciente está descontraído, consequentemente a família e a equipe técnica de cuidadores também ficam contentes”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *